quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

2013


Passados exatos dez dias do ano de 2013 resolvemos, eu e minha consciência em preparar uma pequena lista com alguns compromissos para 2013 – poucos mesmos e que sejam exequíveis. Amigos, confesso que não foi nada fácil um acordo para elaboração desta relação. Sabem como é; nossa consciência é sempre muito radical e intransigente nas suas posições chegando às vezes a intolerância diante de algumas atitudes nossas. Eu de fato também não sou muito transigente e para algumas coisas fecho questão. Imaginem a briga que foi. Vou começar pelos pontos que concordamos; isso mesmo por mais improvável que fosse nós concordamos em alguns pontos.

Primeiro propósito: No amor; este ano devo manter o compromisso assumido comigo mesmo de cercar minha mulher de toda a atenção – que seja uma atitude incansável e desprendida sem necessariamente exigir a reciprocidade. Esta, minha consciência adorou!

Segundo propósito: Manter este ano uma das minhas principais qualidades sem falsa modéstia – não me deixar corromper e nem tentar corromper quem quer que seja. Princípio moral é ético herdado de meus pais.

Terceiro propósito: No relacionamento interpessoal, ouvir sempre mais do que falar; evitar discussões desnecessárias, pautar os diálogos voltados para construção de relações maduras, dignas e condizentes com minha idade e experiência.

Quarto propósito: Manter um cuidado especial com minha saúde não deixando meu corpo se tornar preguiçoso e lento. Correr muito, me alimentar corretamente e descansar sempre que necessário.

Quinto propósito: Nas finanças. Aqui a discussão foi acalorada. Minha consciência acha que eu gasto muito e de forma inconsequente e isso tem consequências. Eu sempre entendi que dinheiro foi feito para gastar. Ponderamos e concluímos ser de fato necessário este ano meter o pé no freio e fazer sim um “pé de meia”. Vamos ver.

Acho que por ora temos bons propósitos. Agora é meter a mão na massa e agir. Oxalá eu seja perseverante e dedicado aos nossos propósitos. E você caro amigo já definiu suas metas para 2013...ainda está em tempo vamos lá crie coragem. Ah, se quiser e se sentir à vontade conte pra gente. Em tempo: Não vá se meter a fazer está lista sozinho; convoque sua consciência também isso irá ajudar bastante. E seja feliz!

Nenhum comentário:

Poverello de Assis

Oração de são franscisco



Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz !Onde houver ódio, que eu leve o amor, Onde houver ofensa, que eu leve o perdão, Onde houver discórdia, que eu leve a união, Onde houver dúvidas, que eu leve a fé, Onde houver erro, que eu leve a verdade, Onde houver desespero, que eu leve a esperançaOnde houver tristeza, que eu leve a alegria, Onde houver trevas, que eu leve a luz. Mestre, fazei que eu procure mais consolar que ser consolado, compreender que ser compreendido, amar que ser amado, Pois é dando que se recebe é perdoando que se é perdoado e é morrendo que se vive para a VIDA ETERNA !


Esta oração foi feita após o pedido de clemência do papa Inocêncio III "arrependido" pelas cruzadas e muito enfermo. Francisco, duvidando de seu arrependimento, fora chamado a atenção pelo Pai pedindo piedade ao agonizante. São Francisco atendeu o pedido, admitindo humildemente sua ignorância.

Às vezes nos limitamos a reclamar da vida - vejam um exemplo de superação.

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget