quarta-feira, 29 de junho de 2011

Para Que Servem os Sonhos?

Outro dia sonhei com dinossauros. Eram muitos deles. O cenário era uma vale e os gigantes circulavam livremente nem se importando com a minha presença. Alguns menores – “meninos ainda” – se escondiam ao me ver. Confesso que acordei intrigado pois não me lembrava de por aqueles dias ter conversado ou lido algo sobre eles. Curioso, fui buscar respostas nos livros sobre interpretação de sonhos e nada encontrei que fizesse menção aos grandalhões. O mais próximo que encontrei foi sonhar com monstros mas, não achei justo entendê-los desta forma. Os dinossauros a despeito do tamanho e presumível brutalidade sempre nos pareceram extremamente dóceis. Ah, neste sonho tinham outros personagens que não vem ao caso citar até porque não merecem meu tempo a atenção. Em fim, continuei por alguns dias intrigado com o meu estranho sonho. Recuso-me a considerar as explicações dos cientistas sobre o tema. Viajam demais para o meu gosto. O que fazer então, esquecer? Lógico que não! Não afeito a deixar as coisas mal resolvidas. Se sonhei com dinossauros deveria haver uma explicação. Pesquisei, pesquisei e pesquisei nada encontrando que me satisfizesse. Resolvi então criar eu mesmo uma explicação. Então vamos lá: Como disse acima essas criaturas apesar de feias, grandalhonas assustadoras são na maioria das vezes muito queridas pela docilidade que transmitem. Então está explicado; este sonho foi para me ensinar que apesar da aparência, muitas vezes os nossos problemas não são tão graves como se apresentam e podem sim serem encarados de frente, com coragem e serem vencidos. Gostaram da minha “invenção” para explicar este sonho? Ótimo mas, eu não penso e nem enfrento meus problemas desta forma; não os agiganto mais do são e os encaro sempre com muita tranquilidade. Concluindo, este sonho não me disse nada mas, os dinossauros estavam lá. Agora vou pedir sua ajuda. Primeiramente você gostou da minha explicação para o sonho? Acha que tenho talento? Como você encara seus sonhos estranhos? Conta para os outros seus sonhos? A propósito conheço pessoas que somente contam os sonhos depois que tomam o café da manhã...antes dá azar! Afirmam. No inicio desta crônica eu estava inclinado a afirmar que sonhos não servem pra nada mas, agora depois de aproximadamente uns dez minutos escrevendo este texto posso rever meu conceito a afirmar categoricamente: Os sonhos estranhos servem como inspiração para você escrever uma pequena crônica e publicar no seu Blog. Bons sonhos a todos vocês!

Nenhum comentário:

Poverello de Assis

Oração de são franscisco



Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz !Onde houver ódio, que eu leve o amor, Onde houver ofensa, que eu leve o perdão, Onde houver discórdia, que eu leve a união, Onde houver dúvidas, que eu leve a fé, Onde houver erro, que eu leve a verdade, Onde houver desespero, que eu leve a esperançaOnde houver tristeza, que eu leve a alegria, Onde houver trevas, que eu leve a luz. Mestre, fazei que eu procure mais consolar que ser consolado, compreender que ser compreendido, amar que ser amado, Pois é dando que se recebe é perdoando que se é perdoado e é morrendo que se vive para a VIDA ETERNA !


Esta oração foi feita após o pedido de clemência do papa Inocêncio III "arrependido" pelas cruzadas e muito enfermo. Francisco, duvidando de seu arrependimento, fora chamado a atenção pelo Pai pedindo piedade ao agonizante. São Francisco atendeu o pedido, admitindo humildemente sua ignorância.

Às vezes nos limitamos a reclamar da vida - vejam um exemplo de superação.

Loading...
Ocorreu um erro neste gadget